Sem categoria

Parto: o que é importante saber

Vamos falar sobre a preparação para o parto?

Uma das maiores preocupações quando a mulher está planejando a gravidez e desde o momento da confirmação, sem dúvida, é o parto.

Entre as dúvidas mais comuns estão:

-que tipo de parto é melhor pro bebê e pra mim?

-parto normal dói muito?

-quais são as opções de anestesia?

-quais os tipos de parto?

-quais os sinais que o bebê já está querendo nascer?

-qual pós-parto é melhor?

São muitas dúvidas mesmo, mas vamos tentar trazer aqui o máximo de informação de qualidade, de maneira prática, e recomendamos que você se informe e conversar sobre este assunto com seu ginecologista e obstetra, porque esta relação entre você e o profissional que vai acompanhar o seu pré-natal e provavelmente o parto é muito importante e vai te deixar mais segura para o momento do primeiro encontro!

Então, neste post, vamos falar sobre os tipos de parto e nos próximos falamos sobre outras duvidas, ok?

Existem o parto natural, o parto humanizado, o parto normal, o parto cesárea, o parto de cócoras.

O parto normal é o parto em que a gestante entra em trabalho de parto naturalmente, quando o bebê resolve nascer. Normalmente acontece após a 37 semana de gestação e até a 42 semana. Neste caso, após a 39 semana o bebê é considerado a termo, ou seja, maduro para o nascimento. Neste tipo de parto, a gestante vai começar a sentir as contrações uterinas de maneira mais rítmica, com cerca de 3 a 4 minutos de intervalo entre elas e cada contração dura pelo menos 30 segundos, assim ocorre a dilatação fisiológica para a passagem do bebê pelo colo do útero. Então, para saber se você está realmente em trabalho de parto, deite de lado, relaxe e mantenha a mão sobre o ventre. Se você tiver 3 contrações ou mais a cada 10 minutos, você está em trabalho de parto e deve entrar em contato com o obstetra e buscar atendimento na instituição onde planejou o parto. Lembre de levar os seus documentos e a bolsa do bebê e a sua bolsa para a internação no hospital.

No parto normal você pode receber anestesia, peridural ou raquidiana.

O parto natural é o parto normal sem anestesia. Neste tipo de parto, você pode ter o seu bebê fora do ambiente hospitalar, desde que previamente planejado e organizado com o seu ginecologista durante o pré-natal, cercado de toda segurança para você e seu bebê.

O parto cesariano é aquele em que uma cirurgia é realizada para a retirada do bebê. É uma opção em casos específicos em que ocorre risco de vida para a mãe e/ou bebê durante o trabalho de parto, em situações onde o bebê é prematuro, entre outros. Sabemos que tanto para a mãe quanto para o bebê, a melhor opção em termos fisiologicos é o parto normal, pois no parto normal há liberação de hormônios que facilitam a produção e descida do leite, melhora do sistema imunológico para o bebê, da condição pulmonar porque durante a passagem do bebê o tórax é comprimido facilitando a saída de liquido amniótico dos pulmões, entre outros benefícios. Mas em algumas situações específicas a melhor escolha pode ser a cesariana.

Há ainda o parto na água, onde o bebê nasce naturalmente em uma banheira preparada para o momento do parto. É um tipo de parto menos traumático para o bebê e menos doloroso para a mãe, mas requer uma maternidade preparada para ele e condições discutidas anteriormente com o seu médico.

O parto de cócoras é um tipo de parto natural em que o nascimento ocorre com a mãe na posição de cócoras. Requer neste caso que haja dilatação de 10 cm e que a mãe tenha boa condição de saúde. O bebê precisa estar na posição de cabeça para baixo e pesar menos que 4 kg.

O parto humanizado pode ocorrer em todos os tipos de parto, inclusive na cesarea. O conceito do parto humanizado é procurar trazer o maior conforto para a mãe e o bebê, que pode ser a luz ambiente, a escolha de quem estará no momento, a posição do parto, colocar musica, etc.

A escolha do tipo de parto vai depender muito de cada um e entre os fatores que vão ser decisivos nesta escolha vão ser o seu desejo, o seu condicionamento físico, as suas condições de saúde e do seu bebê, e as condições hospitalares e do seu médico. Tudo isso é conversado durante o pré natal e você deve estar tranquila e segura no ultimo trimestre da gestação para que a chegada do bebê seja um momento de alegria e muito amor.

Estamos aqui pra ajudar você com conteúdo e o desejo de que tudo seja do jeito que você planejar!

Um beijo,

Cintia/ bbcoruja